roupa para entrevista de emprego

Roupa para Entrevista de Emprego: 5 exemplos para gerar uma boa primeira impressão

A cada dia, mais desafiador é conseguir aquela vaga tão desejada.

Candidatos enviam currículos e enfrentam verdadeiros processos seletivos todos os dias para conquistar o emprego dos sonhos, como é o caso do Felipe, que acabou de conseguir uma entrevista como designer, em uma agência de publicidade.

roupa entrevista felipe

Mas, você já ouviu falar em “rir de nervoso”?

Talvez essa expressão defina o que o Felipe está passando, afinal, apesar de ser chamado para uma entrevista que tanto deseja, ele não faz a menor ideia do que vestir.

“Será que vestir-se de forma casual demonstra imaturidade?”

“Mas, se for muito formal, não vai demonstrar falta de criatividade para a vaga?”

E agora, o que fazer? 

Se você, assim como o Felipe, também tem dificuldade em escolher a roupa ideal para uma entrevista de emprego, chegou ao lugar certo.

Saber o que vestir nesses momentos não é tão difícil assim, porém, requer muita atenção, e com as dicas que mostraremos nesse artigo, você, e o Felipe, vão tirar de letra essa questão. 

Quer ver só? acompanhe com a gente.

Por que é importante escolher bem a roupa para entrevista de emprego?

Fala-se que a primeira impressão é a que fica.

Bem, é claro que percepções podem ser mudadas ao se conhecer melhor uma pessoa, porém, o primeiro impacto visual já diz muito sobre nós.

A forma de nos vestir fala muito sobre a nossa pessoa, nossa percepção de mundo e o momento de vida ao qual estamos passando (uma pessoa que usa camiseta de super heróis transmite uma percepção diferente a alguém que usa roupas formais, por exemplo)

Em uma entrevista de emprego, não é diferente.

Nossas vestes são como nosso cartão de visitas.

Por meio delas, o entrevistador saberá o quão inteirado o candidato está para a vaga concorrida, se enquadra-se ao perfil da empresa e até mesmo se preparou-se para aquele momento.

Por exemplo, no caso do Felipe, que conhecemos no início desse texto e está concorrendo a uma vaga como designer gráfico, em uma agência de publicidade, espera-se criatividade e mente aberta às possibilidades visuais, logo que ambientes assim também respiram inovação.

Nesse caso, ir para a entrevista trajando uma roupa social não é o ideal, logo que pode transmitir a ideia de ser uma pessoa engessada, tanto no comportamento, quanto na criatividade (características pouco desejadas para qualquer designer, não é mesmo?)

Por isso, entender a proposta da entrevista e o que a empresa espera de você, ao te contratar, é essencial para escolher a roupa para a entrevista de emprego.

5 exemplos e dicas do que vestir (e o que não vestir) em uma entrevista de emprego

O primeiro passo para entender qual roupa utilizar em uma entrevista de emprego é compreender qual o dress code adotado pela empresa, ou seja, o código de vestimenta que envolve regras e expectativas sobre a imagem que a mesma deseja transmitir.

Como pincelamos brevemente, para uma agência de publicidade, por exemplo, vestir terno e gravata pode não cair bem, logo que espera-se ser um ambiente que transmita criatividade. 

Por outro lado, uma corretora de seguros liberar o uso de shorts e camisetas informais e coloridas pode não transmitir a seriedade desejada por empresas deste ramo.

Por isso, é preciso estudar a empresa antes da entrevista para entender a mensagem a qual ela procura passar.

Compreendido isso, algumas dicas podem ajudar na hora de escolher a roupa para entrevista de emprego, de acordo com essas características.

1. Roupa para empresas e cargos mais formais

entrevista empresas cargos formais

Nesses casos, o tradicional é sempre uma boa pedida.

Para os homens, aposte em uma camisa social, paletó ou suéter.

A calça e os sapatos também devem seguir essa linha, podendo até mesmo dar uma modernizada, utilizando uma calça jeans com bom caimento. 

Gravatas são sempre bem-vindas também, desde que não chamem muito a atenção.

Para as mulheres, a formalidade também pode ser seguida com blusa e saia social, ou um vestido básico, não muito decotado, e que transmita profissionalismo.

Terninhos também são uma ótima opção.

Lembre-se sempre de não exagerar nas cores. O maior destaque precisa ser você e suas capacidades, não as vestimentas.

2. Roupa para empresas e cargos com perfis mais casuais

entrevista empresas cargos casuais

Lembra do dress code (código de vestimenta)?

Apesar de diversas pessoas ainda terem em mente que o ambiente de trabalho e as empresas necessitam seguir um modelo mais tradicional e formal, como o citado acima, cada vez mais o mercado de trabalho vem se modificando e sendo mais aberto ao modo de se vestir nesses ambientes.

Por isso, se sua entrevista é destinada a um cargo ou empresa que exija um menor nível de formalidade, a vestimenta para essa primeira conversa pode também seguir essa linha mais casual.

Mas, lembre-se: casualidade não significa falta de profissionalismo.

Para ter uma noção do que escolher nesses momentos, observe o modo de se vestir dos funcionários e acrescente um pouco mais de formalidade à vestimenta para a entrevista, porém, tendo sempre em vista o dress code.

Por exemplo, se os funcionários trabalham com camisetas estampadas, ou de shorts, opte por uma calça jeans ou de sarja, básica, e camisa polo ou camiseta lisa.

Uma camisa sobreposta também pode ajudar a completar o visual, sendo despojado, mas formal.

Para as mulheres, é possível seguir as mesmas dicas. Cores neutras, compostas com uma camisa jeans é uma opção para transmitir esse equilíbrio desejado entre a casualidade e o profissionalismo.

 A regra continua a mesma: não deixe a roupa te roubar a atenção.

3. Roupa para empresas com perfil inovador

roupa entrevista empresas inovadoras

Há empresas, por outro lado, que realmente esperam algo fora da caixinha e, por isso, apostam em profissionais que também pensam assim.

Startups, por exemplo, possuem modelos de trabalho bem diferentes, justamente por buscarem a inovação em seus produtos e/ou serviços.

Por isso, na hora da entrevista, está liberado “ousar” um pouco mais. Mas, claro, sempre com muita consciência.

Nessas situações, é possível apostar em roupas um pouco mais coloridas e, no caso das mulheres, uma blusa com um corte um pouco mais diferenciado também pode ser bem-vinda.

Mas, cuidado para não exagerar!

O segredo aqui é postar em uma única peça que chame mais atenção em todo o visual.

Veja exemplos disso abaixo:

4. Roupa de entrevista para estágio (dentro ou fora da faculdade)

roupa para entrevista de estágio

A busca pelo primeiro estágio, diversas vezes, está também diretamente ligada também à busca pelo primeiro emprego.

Ou seja, as dúvidas sobre o que vestir podem ser ainda maiores e mais desafiadoras pela falta de experiência, extremamente normal nessa fase da vida.

Porém, nesse caso, as regras são as mesmas.

Em entrevistas para estágio em uma empresa, siga o dress code da mesma.

Em uma empresa mais formal, seguir o estilo tradicional e em empresas mais despojadas, opte por uma vestimenta mais casual, mas sempre um pouco mais formal que as vestes utilizadas pelos funcionários já contratados.

No caso de uma entrevista para estágio dentro da própria faculdade, cuidado

Diversas vezes, a atuação profissional acontece no mesmo espaço físico das aulas (como no mesmo campus), é muito comum os estudantes confundirem o momento da aula com o momento da entrevista, vestido-se informalmente, como está acostumado.

Lembre-se que, apesar de ser um estágio dentro da faculdade, continua tratando-se de um trabalho.

Por isso, para entrevistas assim, aposte em um visual um pouco mais formal, adequando-se ao trabalho e setor para o qual está sendo avaliado. 

Uma camiseta social preta, azul marinho ou branca, somada a uma calça jeans com bom caimento são sempre peças coringas para essas situações.

Não se esqueça de calçar um sapato que combine com esse visual mais formal (um tênis de corrida, por exemplo, não cai bem).

As mulheres podem apostar em uma blusa de cor neutra e social, de abotoar (com um paletó sobreposto, caso deseje), acompanhada de uma saia e sapatos de salto não muito altos. Preste muita atenção no decote da blusa e na transparência da mesma para não ser algo muito revelador.

5. Roupa sempre bem cuidada

Essa é uma dica que serve para todo tipo de entrevista, independentemente do cargo ou empresa.

Tão importante quanto a escolha da vestimenta, é o estado de uso e conservação da mesma.

Tome sempre muito o cuidado de não ir para a entrevista com roupas com manchas, furos, botões faltando ou qualquer outro aspecto que demonstre grande desgaste da mesma.

Isso não significa sempre comprar roupas novas a cada entrevista que participar, mas sim, se organizar para a mesma e antes de se vestir, observar se a roupa não necessita de reparos, como apertar os botões, realizar ajustes, ou simplesmente ser lavada.

São pequenos detalhes que fazem uma enorme diferença, que demonstra o grande cuidado e preparação que você teve para o momento de encontro com o entrevistador.

Por que nem sempre a formalidade é o caminho?

Como já deu para perceber até aqui, aquele velho modelo de trabalho de empresas formais, apesar de ainda existirem, não são mais uma máxima nas culturas organizacionais das empresas, muito pelo contrário.

A cada dia mais, as organizações buscam se aproximar do seu público e fazê-lo sentir-se parte integrante de todo o universo de produtos e/ou serviços oferecidos.

Para isso, toda uma cadeia de comportamentos são repensadas, e a forma de se vestir dos funcionários também tange esse aspecto.

Logo, se uma empresa se posiciona corporativamente como mais descontraída, adotar um visual mais sério no processo seletivo para uma vaga, por exemplo, pode ser um verdadeiro tiro no pé.

Vamos relembrar o nosso amigo Felipe, que conhecemos nesse texto…

Ele buscava uma vaga como designer gráfico, em uma agência de publicidade.

Agências de publicidade são espaços que expressam um ambiente mais despojado, visto que a criatividade é um elemento chave para o seu funcionamento.

Se o Felipe deixa de levar isso em consideração e, ao tentar passar uma imagem de maturidade e comprometimento, escolhe ir para a entrevista de terno e sapato social, a impressão transmitida será a de que não entendeu a cultura corporativa daquele espaço.

Transmitir segurança, comprometimento e seriedade para com o cargo que deseja assumir não restringe-se apenas a trajar vestes formais.

Por outro lado, se o nosso amigo fosse formado em direito e estivesse concorrendo a uma vaga em um escritório de advocacia, a história seria diferente. Nesse caso, terno e gravata cairiam bem e seria o mínimo esperado dele, desde o momento da entrevista.

Em todo o caso, uma máxima é sempre certa: estude a cultura organizacional da empresa.

Só assim você terá total convicção e confiança de qual roupa usar.

E, claro, nunca se esqueça de que o foco da entrevista é você!

A roupa serve, sim, como um cartão de visitas. Porém, você deve ser o centro das atenções, e não ela.

Tome muito cuidado para que os elementos do seu look não tirem atenção do entrevistador em relação a você.

Por isso, a seguir, separamos alguns pontos de atenção ao preparar o seu visual para esse momento.

Acessórios, cabelo e maquiagem: 4 pontos para prestar atenção

maquiagem entrevista de emprego

Não há como negar que, além de uma roupa apropriada, para compor um visual impactante e que passe a impressão correta, elementos extra como acessórios, penteados e maquiagem ajudam (e muito) a montar um look impecável.

Porém, é necessária muita atenção a esses pequenos detalhes e elementos, logo que, o mesmo poder que possuem de dar um verdadeiro UP no visual, quando bem escolhidos, também têm de estragar todo o visual que você construiu, se mal adotados.

Veja como fazer boas escolhas:

1. Acessórios

A regra é clara: quanto menos, melhor!

Mas, veja bem, não estamos falando de deixar de usar.

Um relógio bem alinhado ao seu visual, ou um colar discreto, podem favorecer (e muito) seu look. Porém, não há necessidade da utilização de um grande relógio, ou um colar com um pingente extremamente chamativo (muito menos utilizar os dois em conjunto).

Acessórios devem ser partes da composição do visual. Pequenos detalhes que demonstram sua preocupação em manter uma boa impressão, se importando com os mínimos detalhes.

2. Perfumes e colônias

O mesmo vale para os perfumes e colônias.

A escolha de uma boa fragrância, além de falar muito sobre nós, também ajuda a marcar presença no ambiente.

Porém, se não dosar a mão na hora de passá-la, o efeito inverso pode acontecer.

Imagine ficar horas dentro de uma sala com o cheiro de uma fragrância muito forte… não é nem um pouco agradável.

Por isso, ao escolher seu perfume ou colônia para uma entrevista, opte por aromas mais suaves e aplicados ao mínimo, para ser um cheiro marcante, mas agradável.

3. Maquiagem

Na hora de se maquiar, preze sempre por algo sutil e natural.

Dê sempre preferência para tons que se aproximam ao da sua pele.

Evite ao máximo cores extravagantes. Lembre-se que a maquiagem para uma entrevista não é a mesma utilizada para uma festa. 

O foco deve ser você e suas qualidades.

4. Cabelo

Para os penteados, segue a mesma regra de observação e estudo da cultura corporativa.

Caso a entrevista seja para uma empresa com perfil mais formal, escolha penteados mais contidos e alinhados.

Para os homens, um corte um pouco mais corporativo, ou simplesmente penteado de forma mais “comportada” são boas opções.

Para as mulheres, cabelos presos, como em forma de coques ou tranças embutidas são ótimas escolhas.

Nas entrevistas em empresas com aspecto mais descontraído, usar cabelos soltos, ou mais ao natural, porém, bem aparados e não bagunçados, também são boas pedidas, tanto para os meninos, quanto para as meninas.

Vestir bem é questão de estudo e observação

Afinal, assim como devemos nos preparar sobre o que falar e agir em um processo avaliativo, as vestes que utilizamos também precisam ser escolhidas de forma inteligente.

Lembre-se sempre que nossas vestes são extensão do que apresentamos ao mundo sobre quem somos.

Por isso, se na hora de escolher o seu look para a tão desejada entrevista bater a dúvida, lembre-se das dicas que apresentamos neste artigo.

E se elas foram úteis para você, não deixe de compartilhá-las com outras pessoas. Sem dúvidas, assim como te ajudaram, também ajudarão tantos outros “Felipes” na seleção do que vestir para uma entrevista.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail e turbinar seus estudos!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.