o que é pensamento crítico

Pensamento crítico: Por que essa habilidade é uma das mais valorizadas pelas empresas

Imagine uma situação no trabalho que exija de você um pensamento rápido e analítico, que conduza você a uma decisão assertiva. 

Crises tendem a nos levar ao stress, e com o nervosismo nem sempre tomamos as melhores decisões, por isso precisamos pensar com calma. 

Neste momento, a habilidade de pensamento crítico é a mais valorizada por empresas. 

Qualquer profissional precisa ter a capacidade de analisar com calma e objetivamente as situações do cotidiano, só assim o brilho necessário para alcançar posições de destaque no mercado de trabalho aparece!

Neste artigo vamos compreender porque a habilidade de pensar criticamente é tão valorizada pelo mercado de trabalho, e como podemos treinar nosso cérebro para desenvolver o pensamento crítico.

O que é pensamento crítico?

Podemos definir o pensamento crítico como a habilidade de ser racional e ter clareza, de conseguir conectar as ideias de forma lógica, independente e que ainda leve compreensão aos demais.

É também uma avaliação da situação através de exemplos de experiências anteriores, onde se faz uma análise da situação inicial, identifica-se na sequência o melhor julgamento da situação, para então se tomar uma decisão sobre qual a melhor atitude para lidar com o momento.

Recebemos diariamente uma avalanche de informações, e pensar criticamente é pensar de forma independente, sem se deixar levar por achismos ou por falsas perspectivas. 

É, acima de tudo, ser analítico e racional, sem deixar de lado o otimismo e a emoção, claro.

Afinal, é possível fazer tudo isso ao mesmo tempo?

Pensar criticamente demanda persistência e prática. 

Ninguém nasce pensando dessa forma. Nós, seres humanos, somos seres passionais, e nos deixamos levar frequentemente pela emoção. 

Por isso é necessário disciplina e uma certa racionalidade para identificar onde estamos nos perdendo na emoção, para assim então voltarmos às decisões mais claras e menos emotivas.

Ser crítico não quer dizer ser pessimista, mas sim curioso e prático. 

O pensador crítico busca aprender diversos assuntos por meio de informações coerentes, o que os leva à melhor solução possível de acordo com as circunstâncias das quais ele tem conhecimento.

Estas pessoas estão sempre atrás de mais fontes de informações. São inconformadas e questionadoras por natureza, e isso as leva a compreender diversos pontos de vista diferentes. 

Ainda assim, um pensador crítico não toma decisões baseados em suposições, mas sim em  argumentos muito bem fundados por diferentes fontes.

Por que o pensamento crítico é uma das habilidade mais valorizadas pelas empresas?

qual a importância do pensamento crítico

Um pensador crítico está frequentemente analisando as próprias decisões, não por insegurança, mas por compreender que nada é definitivo, nem mesmo uma opinião. 

Profissionais com esta habilidade bem desenvolvida estão sempre em busca de melhorar seu desempenho, o que colabora com o desenvolvimento da equipe, e por consequência da empresa.

O profissional que pensa criticamente está pronto para analisar friamente a situação, se colocar fora do problema e tomar decisões racionais e imparciais. 

Isso exige um momento para reflexão, e na posse de diferentes argumentos, o pensador crítico chega a decisões coerentes e mais justas.

Como colocar o pensamento crítico em prática?

Nem todos nós temos na personalidade a capacidade de ser racional e independente, mas  isso não quer dizer que pensar criticamente é uma habilidade difícil de alcançar. 

É possível treinar o pensamento, através de práticas simples de comportamento no dia a dia. Por isso: 

  • Pare por um momento e pense duas vezes antes de tomar uma decisão; 
  • Pense mais de uma vez sobre o que já foi proposto. Por exemplo, não se conforme com respostas do tipo “isto é feito assim desde sempre”. Nem sempre a prática do dia a dia está correta, questione! 
  • Se você discorda de como as coisas são feitas, traga argumentos concretos e bem fundamentados. Neste momento é muito importante ter segurança sobre a sua análise argumentativa; 
  • Não se feche para o novo ou para opiniões diferentes das suas. Não é porque você discorda que você está correto. Ao analisar friamente e aceitar uma opinião diferente, o resultado da análise pode surpreender você de forma positiva!

6 vantagens do pensamento crítico para a sua vida profissional e pessoal

  1. Melhora a conexão entre diferentes pensamentos e argumentos. Isso é uma qualidade imprescindível para líderes de sucesso;
  2. O pensamento crítico estimula o pensamento argumentativo comparativo. Um líder com este comportamento é muito eficaz, pois consegue distinguir as boas ideias das más ideias, determinando o nível de relevância das propostas;
  3. Aumenta o nível de exigência nos raciocínios e ideias (isto vale tanto para desempenhos individuais quanto de equipes);
  4. Estimula a racionalidade e praticidade para resolver problemas ou descartar ideias ruins ou pouco práticas;
  5. Aumenta a autocrítica e reduz as expectativas. Com uma autoanálise frequente, quem tem esta característica está  sempre avaliando as próprias decisões, além de pensar friamente sobre o que os outros falam, conseguindo manter a distância necessária de valores e crenças pessoais;
  6. Estimula a criatividade e transforma os comportamentos mais antigos, aqueles que vêm com os “vícios” de trabalho. É importante estar atento ao que é diferente. Isso nos tira da nossa zona de conforto.

Como desenvolver o pensamento crítico?

como desenvolver o pensamento crítico

Faça um exercício com uma determinada situação, de preferência algum problema que desestabilizou você e sua equipe. Agora com calma, e friamente, pare e pense: 

1. O que foi dito?

Você está tratando sobre um acontecimento ou a opinião de alguém? Esteja atento aos detalhes e aos pontos de vista diferentes. 

Este é o momento em que o pensamento crítico tanto se valoriza! 

Se for opinião, avalie friamente, e tente manter distância da sua opinião pessoal. Pense no bem da sua equipe, acima do bem individual de cada um.

2. Qual a fonte da informação?

É seu chefe, algum superior na empresa, um colega de trabalho ou ninguém sabe de onde veio a informação que causou o tumulto? 

Muitas vezes este é o momento em que as pessoas simplesmente falam “isso já era feito assim desde o início da empresa”. 

Não se conforme com este tipo de resposta. 

Se achar que as coisas podem melhorar se feitas de outra forma, com embasamento, questione e proponha a nova ideia.

3. Quando a informação foi passada? 

Às vezes uma informação passada no momento errado só traz tumulto ou causa preocupação à toa. 

Pense nisso quando você for passar uma informação. Se falar sobre isso já não faz mais diferença, talvez seja melhor nem tocar no assunto.

Nem todo mundo compreende como uma lição, e você pode passar por arrogante, aquela pessoa que está sempre dizendo “eu avisei” ou “eu sabia que poderia dar errado porque já deu”.

Se sabia do problema é melhor falar para prevenir um novo erro do que falar só para trazer mais sentimentos negativos para a equipe.

4. Em qual momento e lugar foi falado sobre o fato ou opinião?

Analise friamente cada detalhe sobre o lugar ou o momento, a situação, em que a informação foi passada. 

Lembre de analisar a postura do “comentarista”. Fatos ou opiniões emitidas sem que outras pessoas tenham chance de questionar ou defender são fáceis de manipular. 

Argumente até esgotar todas as suas dúvidas, para então emitir um pensamento bem embasado. 

5. Por que o assunto veio à tona?

O “comentarista” trouxe o contexto completo de onde se criou o fato ou sobre o momento em que a opinião foi emitida? 

Analise neste momento as tentativas de manipulação

Pessoas com pensamento crítico são pouco influenciáveis, o que traz mais segurança para suas tomadas de decisão.

6. Por fim, analise a situação da fala

Como estava o “comentarista” no quesito emoção

As emoções influenciam fortemente nas atitudes das pessoas. Aí também é super importante ter um pensamento crítico. 

Isso faz com que você pense duas vezes antes de emitir uma opinião pessoal que possa prejudicar seu relacionamento interpessoal. 

Se você age dessa forma você também vai conseguir identificar se a pessoa que trouxe a informação despejou ali sentimentos pessoais ou se ela conseguiu ser imparcial.

Leia muito, pratique meditação e se esforce para manter a calma!

Pessoas com o pensamento crítico conseguem conduzir equipes de forma equilibrada e eficiente. Se ainda não chegaram à liderança, é só questão de tempo. 

Este comportamento está cada vez mais na mira de recrutadores e gestores bem treinados.

Grandes companhias estão cada vez mais atentas aos melhores perfis para seus times, mas claro, quanto mais moderna e jovem, mais a empresa vai se preocupar em manter a igualdade entre os colaboradores.

O pensamento crítico é uma habilidade complexa e inteligente, por isso tenha calma e dedique tempo aos exercícios que te levarão a ser um profissional que pensa criticamente.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail e turbinar seus estudos!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.