hífen

Hífen: Guia definitivo para estudantes (2021)

Você já se pegou perguntando se uma palavra tem hífen, ou não?

Se sim, saiba que não você não está só

Por mais rica e completa que a língua portuguesa seja, sabemos o quão complicado pode ser guardar todas suas regras e aplicações.

Aliás, após o novo acordo ortográfico, muitas pessoas ficam confusas com as novas regras de aplicação do hífen, o que pode resultar em erros graves de português.

Sentiu que você se enquadra nisso? 

Então, vem com a gente que nesse artigo vamos tirar todas as suas dúvidas sobre o hífen.

4 regras gerais sobre o uso do hífen que você precisa saber

Apesar de várias regras, separamos 4 essenciais e gerais que vão te ajudar MUITO.

1) Hífen entre prefixo e a letra “H”

A letra “H” não possui sonoridade em palavras que se iniciam com ela, por exemplo:

Em “história”, a letra não tem som, assim como em “humanidade” e “humor”.

Por isso, quando um prefixo antecede uma palavra iniciada em H, o hífen é obrigatório

Veja:

  • Super-homem
  • Mau-humor
  • Anti-higiênico

2) Letras iguais e letras diferentes

Pela mesma lógica de sonoridade citada no item anterior, em palavras que possuem o encontro de letras iguais, o hífen é obrigatório:

  • Anti-imunizante
  • Micro-ondas 
  • Contra-ataque

Porém, quando as letras são diferentes, juntamos as palavras:

  • Microbiologia
  • Contracheque
  • Sobrenome

3) Prefixo + palavras iniciadas em “R” ou “S”

Nos casos em que o prefixo termina em vogal, se a palavra seguinte começar com “R” ou com o “S”, dobramos essas letras. Olha só:

  • Contrarreforma
  • Microrregião
  • Antirrugas

Atenção!

Se o prefixo terminar em consoante e a palavra começar em “R” ou “S”, não se junta, em nenhuma hipótese

  • Sub-realeza
  • Sub-reinado
  • Sob-roda 

4) Encontro de “R+R” e “S+S”

Quando acontece o encontro entre um prefixo terminado em “R” ou “S”, com uma palavra iniciada nestas mesmas letras, o hífen precisa ser colocado.

  • Super-realista
  • Inter-regional
  • Super-romântico

Veja também: Crase – O Guia definitivo para estudantes (2021)

Quando usar o hífen de acordo com a nova ortografia

Agora que já vimos as regras gerais do hífen, vamos ver aplicações mais específicas, de acordo com o novo acordo ortográfico.

Palavra compostas (animais, plantas, frutos, flores, raízes e sementes)

Quando preparar aquele chazinho, vai lembrar desses exemplos:

  • Bem-te-vi
  • Erva-doce
  • Cravo-da-índia

Prefixos “recém”, “além”, “aquém”, “ex”, “pós”, “pré”, “vice” ou “sem”

Observe:

  • Recém-casados
  • Ex-namorada
  • Pós-evento
  • Pré-vestibular
  • Vice-presidente
  • Aquém-mar
  • Além-mar
  • Sem-vergonha

Palavras em tupi-guarani

Veja algumas palavras em tupi-guarani que necessitam de hífen:

  • Capim-açu
  • Jacaré-açu
  • Cajá-mirim

Prefixos terminados em consoante igual à inicial da palavra

Olha só:

  • Sub-bibliotecário
  • Inter-regional
  • Super-requintado

Prefixo “bem”

Observe bem:

  • Bem-estar
  • Bem-humorado
  • Bem-querer

Prefixo “mal”, antes de vogal e “H”

Veja esses bons exemplos:

  • Mal-humor
  • Mal-educado
  • Mal-escovado

Palavras compostas derivadas de nomes ou lugares

Será que se aplica a onde você mora?

  • Porto-alegrense
  • Belo-horizontinos
  • Campo-grandense

Nomes de lugares começados em grã, grão ou formas verbais

Exemplos para não esquecer nem na Grã-Bretanha:

  • Grão-Pará
  • Baía de Todos-os-Santos
  • Quebra-dentes

Prefixos “pró”, “pós” e “pré”

Quando esses prefixos forem tônicos e autônomos da palavra:

  • Pré-pago
  • Pró-vida
  • Pós-produção

Prefixos “circum” e “pan” + vogal, “M”, “N” ou “H”

Se qualquer um dois prefixos se encontrarem com uma palavra iniciada em vogal, “M”, “N” ou “H”:

  • Circum-navegação
  • Pan-americano
  • Circum-escolar

Colocação pronominal

Outro uso corriqueiro do hífen é na lição de pronomes pessoais oblíquos átonos* a verbos:

  • Ofereci-lhe
  • Receberam-me
  • Compartilhar-nos-ão 

*pronomes oblíquos átonos: me, te, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes.

Quando não usar o hífen de acordo com a nova ortografia

Bom, já aprendemos as regras gerais e as novas aplicações para a nova ortografia. Mas, e quando NÃO USAR? 

Calma, vamos explicar certinho para você.

Prefixo terminado em vogal e palavra seguinte iniciada em vogal diferente

Veja alguns exemplos para ficar boquiaberto:

  • Autoescola
  • Semiaberto
  • Antiaderente

Prefixos “pro” e “re”

Como vimos no início deste artigo, no encontro de vogais ao final de prefixo e início de palavra, o hífen é obrigatório. 

Porém, essa regra não se aplica aos prefixos “pro” e “re”.

Veja:

  • Reescrito
  • Reestruturado 
  • Proativo

Prefixo “co”

O prefixo “co” também não necessita de hífen:

  • Cooperar
  • Copiloto
  • Coordenar

Exceção!

 Se anteceder uma palavra começada em “H”, o hífen é necessário, com ressalva à palavra “coabitar”.

Em palavras que já perdeu a noção de composição

Observe estes exemplos e seja o mandachuva do hífen:

  • Paraquedismo
  • Girassol
  • Madressilva

Prefixo com final em consoante + palavra com consoante diferente OU vogal

Veja alguns exemplos:

  • Superamigo
  • Hiperinflação 
  • Hipermercado

Prefixo “mal” antes de palavra iniciada em consoante

Repare aqui a exceção à regra citada anteriormente.

  • Malvestido
  • Maldormidas
  • Malvisto

Prefixos “pro”, “pos” e “pre”

Quando os prefixos forem átonos e dependentes da palavra:

  • Propor
  • Pospor
  • Prever

Locuções substantivas, adjetivas, pronominais, adverbiais, prepositivas ou conjuncionais

Parece confuso, mas veja os exemplos que você já vai entender de primeira:

  • dia a dia
  • fim de semana
  • à tona
  • à vontade
  • Cão de guarda

Exceção!

Locuções com significados próprios, pelo uso, ainda utilizam o hífen:

  • Arco-Íris
  • Ao deus-dará
  • Pé-de-meia

Para não errar mais!

Sim, sabemos que são muitas regras, mas o aprendizado e absorção desse conhecimento se dá aos poucos, na aplicação correta no dia a dia.

Mas, não fique preocupado em decorar tudo. 

Esse guia estará sempre aqui para te ajudar naquela consulta básica.

E se você quer melhorar ainda mais no português, preparamos um artigo completo para dar aquele gás nos conhecimentos da nossa língua mãe.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail e turbinar seus estudos!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.