esqueleto de redaçao

Esqueleto de redação nota 1000: Como fazer + 4 benefícios

Quem nunca teve uma ótima ideia para colocar na redação, mas só se lembrou dela quando estava lá na conclusão? 

É super frustrante, certo? 

Por isso, vamos te contar um segredo para fazer um bom texto e tirar uma nota alta. 

O nome dele é esqueleto de redação.

Não é preciso escrever um texto super inovador ou digno de um prêmio nobel para se sair bem na redação. 

Se você seguir a estrutura determinada (introdução, desenvolvimento e conclusão) e organizar bem as suas ideias antes de começar a redação, pode ter certeza que a redação não será mais algo a temer.

A seguir, entenda o que é um esqueleto de redação, como estruturar um bom esqueleto na prática e quais os benefícios de fazer um esqueleto de redação.

O que é o esqueleto de redação?

O esqueleto de redação é a organização das ideias, ou seja, dos tópicos que você abordará no texto. 

Na prática, nada mais é do que a esquematização de todas as informações que você tem sobre o tema da redação, o que pode ser em forma de lista, esquema ou frases.

Não se engane nem pense que isso é perda de tempo. Muito pelo contrário! 

Esses esquemas podem te ajudar a ganhar tempo na prova, porque você vai conseguir “desenhar” o texto antes, de forma organizada, conectada e com progressão.

Não corre o risco de esquecer um argumento ou lembrar de algo lá no fim que deveria estar no início. Se isso acontecer e você tiver de reescrever tudo? 

Não seria uma baita perda de tempo?

Também não corre o risco de colocar informações demais no texto e acabar passando do limite máximo. 

Por isso, anotar todas as ideias e o que você sabe sobre o tema, para depois selecionar as melhores e, aí sim, iniciar a redação é a melhor estratégia. E fazer isso é fazer um esqueleto de redação.

Como estruturar o esqueleto de redação na prática? Passo a passo 

Para ter mais segurança e menos nervosismo na hora da prova, aprender a estruturar o esqueleto de redação é importante, porque assim você conseguirá planejar suas ideias e escrever o texto em menos tempo e com mais qualidade.

A seguir, veja como estruturar esse esqueleto de redação:

1. Planejar o texto 

Leia atentamente as instruções da prova e o que os avaliadores exigem do seu texto em cada parágrafo. Dessa forma, comece o planejamento do seu texto, numerando cada parágrafo que será escrito.

Normalmente, as redações são divididas em 4 parágrafos: 1 para a introdução, 2 para o desenvolvimento com 1 argumento em cada e 1 para a conclusão.

2. Defina o seu posicionamento

Agora, foque no tema da redação. Qual a sua opinião sobre ele? O que você pensa e defende em relação a isso? 

A resposta é o seu posicionamento, que estará na conclusão, fechando a sua redação.

É muito importante que você defina o seu posicionamento desde o início, porque é isso que vai pautar a construção de todo o texto.

3. Estruture as principais informações

Agora que você já sabe o que estará na conclusão, é hora de pensar em tudo o que você sabe sobre o tema da redação.

Coloque tudo no papel! 

esqueleto de redaçao2

Escreva todas as ideias que você conseguir se lembrar: filmes, séries, livros, dados, exemplo, argumentos e possíveis soluções.

A melhor forma é ir escrevendo na forma de um esquema, um desenho mesmo, para que você possa relacionar as suas ideias. 

Exemplo: escreva cada ideia dentro de um balão e utilize flechas para ir ligando-os. 

Ou então, enumere mesmo, colocando ao lado de cada ideia um número relacionado ao parágrafo onde ela melhor vai se encaixar (1 para introdução, 2 e 3 para os parágrafos de desenvolvimento e 4 para a conclusão).

Ao final da estrutura criada, você vai poder ver se tem conteúdo suficiente, se falta algo ou, ainda, se terá de diminuir o número de ideias. 

Sem falar que você já vai pensar em como conectar suas ideias, para que o texto tenha coerência.

Introdução, desenvolvimento, conclusão: como usar o esqueleto a favor dessas etapas

Como já dissemos, o esqueleto de redação ajuda a organizar as ideias. 

É como se você tirasse todas as suas roupas do armário, dividisse por verão e inverno, e então decidisse quais colocar na mala para uma viagem. 

Não fica muito mais fácil escolher quais pegar depois que você tem tudo na sua visão? 

Aí você vai unindo por looks, por dias, por ocasiões, etc.

No caso da redação, para usar o esqueleto a seu favor, você pode colocar as ideias levantadas em uma das três partes:

  • Introdução: aqui você coloca as ideias mais ligadas à apresentação e à contextualização do assunto, além de mostrar a importância de resolver o problema.
  • Desenvolvimento: essa é a parte explicativa e argumentativa do texto, por isso, traga para cá as ideias que podem te ajudar a defender seu posicionamento, como dados e exemplos.
  • Conclusão: como esse é o fechamento da redação, precisa perpassar tudo que já foi escrito e trazer um posicionamento que conecte tudo e apresente uma proposta para resolver o problema discutido. 

Veja também: Como fazer um bom título para redação: 5 dicas preciosas

4 benefícios de fazer um esqueleto de redação

1. Otimização do tempo 

A gente comentou lá em cima, mas não custa repetir. 

O esqueleto de redação vai evitar perder tempo na hora da prova, sem problemas como ter de reescrever tudo porque falou algo ou, pior, deixar alguma ideia de fora porque o tempo acabou.

2. Melhora da organização e coerência

Como você terá um planejamento da redação antes de começar a produzi-la, tem muito mais chance de conseguir conectar as ideias e dar coerência para a redação, com início, meio e fim bem estruturados

esqueleto de redaçao1

3. Redução das rasuras

Aquela coisa de ficar riscando palavras tende a ser reduzida ou até eliminada, porque você já sabe o que vai ter em cada parte.

4. Menos “enrolation”

Aquela coisa de ficar “enchendo linguiça” e até se perder no meio do texto é algo que dificilmente vai acontecer se você fizer um bom esqueleto de redação, com isso, a chance de tirar uma nota alta aumenta muito.

O segredo de uma boa redação: capriche no esqueleto!

A gente te contou lá no início que o segredo para fazer um bom texto e tirar uma nota alta era fazer um esqueleto de redação. 

E é mesmo. 

Mas tem mais um conselho, a cereja do bolo, digamos, que a gente esperou para contar no fim.

Não pense que fazer um esqueleto e a própria reação é um dom natural ou algo que brota do dia para a noite. 

Não! 

Redação é fundamentalmente exercício. Como ir na academia: quanto mais você treinar, mais chances de fazer bem e tirar boa nota você tem.

Então, treine o seu esqueleto de redação e, claro, escreva muitas redações para pegar o jeito e não sentir mais nervosismo para escrever.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail e turbinar seus estudos!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.