como fazer um título para redação

Como Fazer um Título para Redação: 5 Dicas para Você Nunca Mais Esquecer

Vai prestar vestibular e está apavorado(a) com a redação?

Essa é uma preocupação bem comum entre os estudantes. 

Embora a redação seja apenas uma parte da prova, pode ser decisiva para a aprovação.

Portanto, nada melhor do que começar a se preparar pelo início: o título! 

Ficou curioso?

A Escola Conquistadora te dá algumas dicas sobre como fazer um título para redação sem ninguém botar defeito. 

Antes de tudo: Qual a importância do título em uma redação?

O título é a porta de entrada para o texto.

Pense bem: quantas vezes você já julgou um livro pela capa? 

Pois é. Sem um título atrativo, é difícil que alguém se engaje na leitura – a menos, claro, que seja obrigado a ler por algum motivo acadêmico. 

A leitura acaba se tornando mais prazerosa se o texto é fluido, e isso começa pelo título. 

O título é fundamental – é nele que se encontra um resumo do que as próximas linhas de um texto irão dizer.

Nem sempre as provas de redação exigem um título. 

Mesmo assim, você pode criá-lo, a fim de melhor delimitar o tema da sua redação.

Quando o título for opcional nas redações, como nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), é legal utilizá-lo

Assim, quem for corrigir o texto já terá uma ideia, logo de cara, do que virá a seguir.

Além disso, escolher um título que chame atenção é uma maneira de impressionar o examinador. 

Ah, e fique atento: assim como pode ser opcional, o título pode ser obrigatório.

Daí, se você esquecer de usá-lo, perderá pontos. 

5 dicas para você nunca mais esquecer como fazer um título para redação

1) Sintetize o assunto

Geralmente, a proposta que define o que você precisa abordar no texto é bem definida. 

Nesse caso, uma opção que é garantia de sucesso é oferecer um resumo do assunto.

Um pequeno ‘spoiler’ para que a pessoa que vai corrigir e avaliar o texto já saiba o que vai encontrar.

Afinal, o tema da redação é o mesmo para todos, mas as abordagens são diferentes, certo?

Então, apresentar uma ideia do que você escolheu para trabalhar o texto é sempre uma boa ideia. 

2) Identifique o que funciona para você

Alguns estudantes – e até profissionais que trabalham com a escrita, como jornalistas – preferem começar a escrever pelo título.

Assim, já moldam mentalmente o que vão escrever no decorrer das linhas. 

E, a partir do título, conseguem estabelecer melhor a linearidade do texto – ou seja, definir a introdução, o desenvolvimento e a conclusão.

Outras pessoas, porém, preferem dar um título somente depois de pronto.

Acreditam que, assim, é mais fácil resumir o que foi dito, uma vez que todas as ideias do texto já estão postas. 

Uma dica legal para os que se sentirem mais à vontade na arte da escrita é conectar o título a alguma frase do último parágrafo. 

Isso passa uma ideia de fechamento e de uma conexão premeditada, como se o escritor soubesse exatamente o que iria escrever, desde o começo.

Se você for mais chegado aos números, porém, não se preocupe em ousar. 

Garanta apenas um título adequado, que corresponda ao texto, sem firulas. 

3) Verbos não são obrigatórios 

Se você conseguir criar um título que sintetize seu texto sem utilizar um verbo, não se preocupe. 

Para título, isso é perfeitamente aceitável.

Por exemplo: “O poder do diálogo”.

Quatro palavras que podem apresentar uma síntese sobre um assunto – importância de saber ouvir diferentes pontos de vistas, de saber abordar as diferenças com respeito etc – em um título sem verbo. 

Ou seja: o título não precisa ser composto por uma oração completa, com sujeito e predicado.

A criatividade conta mais na hora de criar um título, ok?

4) Atenção para a gramática

Apesar de o verbo não ser obrigatório, as regras gramaticais são. 

Em um título, somente a primeira palavra leva letra maiúscula – a menos que, claro, a frase contenha algum nome próprio.

Além disso, o título deve estar centralizado na página.

É preferível que seja curto, em torno de quatro a cinco palavras.

Outra forma de medir é utilizar metade da linha – só tome cuidado para o caso de a sua letra ser muito pequena.

E, por fim, evite utilizar artigos – mas, se a frase não fizer sentido sem eles, não há problema em utilizar.

Preste atenção na grafia correta das palavras e na pontuação. 

Um erro desses causará uma péssima impressão no avaliador, que provavelmente já vai ler o restante do texto com um pé atrás.

Veja também: Como melhorar o português: 8 dicas para não passar vergonha

5) Pode deixar uma linha em branco?

Existem também algumas regrinhas mais chatas que precisam ser aprendidas (ou, no bom português, decoradas) para que você dê bola fora na hora de escrever o texto.

  • Linha em branco: pode confessar. Sabemos que o texto, visto na folha, fica esteticamente mais bonito se você pular uma linha depois do título. Fica a seu critério, ok? Não é obrigatório nem proibido pular uma linha.
  • Ponto final: normalmente, você não deve utilizá-lo. A exceção é para quando o título tiver um verbo. Nesse caso, você pode usar um ponto final. Caso contrário – ou seja, se a frase não for uma oração completa -, o ponto final se torna desnecessário.
  • Letras maiúsculas: somente a primeira palavra do título deve ter letra maiúscula. Para o restante da frase, não é necessário, a menos que você cite um nome próprio, como um país ou uma cidade.

Depois do título, foque no desenvolvimento do texto

titulo redação enem

Caso você tenha optado por começar o texto pelo título, agora é a hora de colocar as mãos na massa!

Procure fazer um esqueleto mental para a sua redação.

É importante que o texto seja coerente e coeso, e que tenha um início, um meio e uma conclusão. 

Mesmo que você queira mostrar conhecimento e impressionar a banca de examinadores, é bom pensar que, em alguns casos, menos é mais.

Tente não misturar muitas ideias.

Você pode estar ansioso para provar que sabe, mas, fazendo isso, corre o risco de fugir do tema e de apresentar ideias desconexas. 

Para facilitar, anote alguns tópicos que lhe vierem à mente. A partir deles, estruture seu texto. 

Não deixe de usar a folha de rascunho. Ao passar a limpo, você pode identificar errinhos ou palavras mal colocadas e aproveitar essa oportunidade para corrigi-las. 

Algo que costuma funcionar bem é usar uma citação de algum nome conhecido ou um fato histórico.

Ah, mas não pode ser qualquer nome conhecido, viu? Não vale citar o Neymar. 

O ideal é, durante todo o processo de estudo, deixar um espaço para a leitura.

Quanto mais você ler, mais fácil vai ser pensar nesse tipo de citação. 

É um caminho a ser percorrido, então, não se sinta mal ou tente sair decorando várias frases de escritores ou filósofos famosos.

Até porque, se a frase não se encaixar no contexto da sua redação, de nada adiantará. 

Por isso, foque em apresentar suas ideias de maneira coerente e linear, sem se preocupar em impressionar a banca. 

Um texto bem escrito não precisa ser pomposo e rebuscado.

Basta que seja claro e fluido. 

Por isso, não se preocupe em impressionar. Preocupe-se em se fazer entender, ok? 

Ah, por fim, não se esqueça de revisar o texto – de preferência, antes de passá-lo a limpo. 

Pode parecer bobagem, mas vários errinhos são pegos em uma segunda leitura. 

E, claro, não se esqueça de prestar atenção às regras gramaticais, como o uso correto da crase e dos hífens.

Velho conhecido dos estudantes, principalmente na disciplina de Língua Portuguesa, o professor Pasquale dá, neste vídeo, algumas dicas gerais sobre redação como todo. 

É hora de impressionar os avaliadores

Agora que você já aprendeu várias dicas para fazer um título bem atrativo para sua redação, é hora de colocar em prática! 

Vá testando. Escreva bastante! 

Procure exemplos de redações já corrigidas na internet para assimilar a estrutura utilizada..  

A hora de testar e errar é agora, antes da prova.

Com certeza, com bastante prática, você vai impressionar os avaliadores.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail e turbinar seus estudos!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.