como estudar um dia antes da prova

Como estudar um dia antes da prova? 9 dicas para fazer um milagre

Imagine a situação: você está em semana de provas, daquelas em que você precisa estudar todos os dias para avaliações diferentes.

Quando tudo parece organizado, você se lembra que esqueceu de marcar uma prova na agenda. E ela será amanhã. 

Em cenas como essa é muito comum que os estudantes façam algumas perguntas para si mesmo: O que fazer agora? Como estudar um dia antes da prova? Vale a pena ou agora não dá mais tempo?

Quer saber como estudar um dia antes da prova e fazer um milagre no dia a avaliação?

Separamos abaixo algumas dicas que podem te ajudar em cenários como este.

Veja agora o que fazer para dar um gás de última hora e estudar com qualidade, mesmo que na véspera da prova. 

Estudar um dia antes da prova funciona?

A resposta mais adequada para essa pergunta é o bom e velho depende.

Se essa pergunta for feita para um grande grupo de alunos, será possível colher diferentes respostas. 

Algumas pessoas acreditam que o tempo é curto demais para absorver as informações e entender os conteúdos exigidos na prova.

Entretanto, outros alunos responderão que é possível e que estudar antes da avaliação os ajuda a deixar as informações mais frescas na memória.

Muitos fatores mudam a resposta. O principal deles é o acompanhamento da disciplina.

Para quem frequentou as aulas, fez os exercícios e estudou aos poucos, estudar um dia antes da prova pode servir como uma revisão para clarear as informações e transmitir mais segurança para realizar a avaliação.

Contudo, se o aluno não se empenhou nas aulas e não fez os exercícios e horários de estudo que são esperados dele, o estudo de última hora servirá como última oportunidade de captar e entender os principais pontos da matéria, a fim de reduzir as chances de insucesso na hora da prova. 

Em ambas as situações vale a pena estudar na véspera, o que vai mudar é a maneira como você vai dedicar esse tempo de estudo.

Para quem já conhece a disciplina e os conteúdos, é melhor fazer revisões, ler resumos, praticar alguns exercícios e usar esse tempo para reduzir o nervosismo e deixar seu psicológico mais preparado.

Veja também: 10 métodos e técnicas de estudo mais e menos eficazes

E para o grupo que não domina o assunto, esse tempo será ainda mais precioso, sendo exigido uma espécie de plano de estudos, ou seja, um pequeno planejamento para identificar os conteúdos mais importantes da matéria.

Resumindo: Tenha você domínio da matéria ou não, estudar um dia antes da prova pode ser proveitoso para melhorar sua nota, mas esse momento de estudo pede alguns cuidados importantes para que seja bem aproveitado.

Como estudar um dia antes da prova?

Agora é hora de conferir algumas recomendações para que seu tempo de estudo na véspera da avaliação seja proveitoso. Acompanhe!

1) Escolha um lugar calmo para estudar

Agora é hora de concentração total, portanto, você precisa fugir das distrações e obstáculos em seu momento de estudo.

Isso significa estudar em um local silencioso, sem pessoas por perto, longe de atividades que possam tirar seu interesse.

Será preciso aproveitar cada minuto de estudo, portanto, quanto menos desafios para se concentrar melhor.

Se você não consegue encontrar um local tranquilo na sua casa, tente ir até uma biblioteca, a uma sala de estudos ou busque uma praça que tenha uma mesa para você abrir os livros e cadernos em paz.

2) Prepare o seu ambiente de estudo

O local precisa ser calmo, mas isso não é o único ponto de atenção. É preciso preparar o ambiente, e isso envolve alguns fatores como:

  1. Analisar se a iluminação é boa (ler e estudar com pouca luz é terrível para seus olhos e pode contribuir para você se sentir cansado e sonolento);
  2. Ter consigo água para se hidratar e algum alimento para consumir e repor suas energias;
  3. Organizar o espaço da sua mesa (para que todos os materiais estejam em mãos, sem precisar buscá-los no meio de um monte de papel e livros empilhados).

3) Saiba o que é prioridade e organize cada um dos conteúdos

Geralmente, os professores informam aos alunos quais serão os conteúdos mais exigidos na prova.

Você precisa saber o que é mais importante para a avaliação, já que o seu foco deve estar nessas informações.

Digamos que você sua prova de amanhã é de Biologia com foco em botânica e nos grupos de plantas.

Para essa avaliação, é mais importante entender as diferenças entre briófitas, pteridófitas, angiospermas e gimnospermas do que decorar nomes científicos das espécies.

Isso vale para todas as disciplinas!

E se você não sabe o que é prioridade, então, leia bem o livro didático ou apostila usada em sala.

A forma como o conteúdo está estruturado ali já dá um indicativo de quais são os temas mais importantes e quais são as informações secundárias. 

4) Faça fichamentos e use cores para destacar informações

Conforme você lê o conteúdo e faz a revisão para a prova, vale muito a pena fazer um fichamento das informações.

Um fichamento é uma espécie de resumo em tópicos, nos quais você vai destacando os principais pontos e usando a redação desse documento para fixar ainda mais o aprendizado.

Vamos voltar ao exemplo da prova de biologia. Conforme você lê sobre os diferentes grupos de plantas, vale destacar as principais características deles para entender melhor essa divisão. 

E aqui vem uma outra dica: use e abuse de recursos visuais como canetas de cores diferentes e grifa-textos.

Crie uma lógica para o uso das cores no seu resumo, escolhendo uma cor para informações muito importantes e outra para os conteúdos de menor prioridade.

5) Cuidado com o celular

O seu celular pode ser usado para checar informações na internet e buscar conteúdos complementares para ajudar no seu estudo, porém, ele pode ser o seu principal inimigo em busca de concentração.

Se você quer usar o celular para ajudar no seu momento de estudo, cuidado com o WhatsApp e as redes sociais. Se possível, desligue as notificações e coloque o celular no silencioso. 

E não se esqueça de se policiar.

Muitas vezes as distrações parecem ocorrer em um modo automático, como naquele momento em que você pega o celular para checar uma informação e, quando se dá conta, já está curtindo e comentando a foto do seu amigo.

Fique esperto com o celular, se possível, evite o contato com ele e foque nos livros e apostilas, já que esses materiais têm as informações que você precisa e não oferecem nenhum tipo de distração. 

6) Aposte no pomodoro e nas técnicas de memorização!

A técnica pomodoro ajuda você a se manter concentrado durante 25 minutos sem interrupções.

Após esse tempo, você tem um intervalo de 5 minutos para fazer o que quiser. Depois de 5 rodadas de 25 minutos (com os intervalos de 5 min), você tem direito a descansar durante meia hora. 

Essa técnica é muito usada por estudantes e profissionais para dar qualidade ao tempo produtivo.

Ao seguir a técnica do Pomodoro, você consegue equilibrar momentos intensos de estudo com um pequeno descanso para recuperar as energias. Vale a pena tentar.

Mas fique ciente de que esse período de 25 minutos é uma sugestão. Caso o conteúdo da prova seja muito extenso, você pode ampliar os blocos para que eles tenham mais tempo de duração.

Além do Pomodoro, que é um método para gestão de tempo, você pode usar as técnicas de memorização.

Muitas vezes as provas exigem que você decore uma informação e a tenha na ponta do lápis na hora de dar a resposta.

E você pode utilizar algumas técnicas que ajudam na memorização, tais como:

  1. Ler o conteúdo ou seu fichamento em voz alta;
  2. Fazer pequenas rimas ou versos para decorar algumas informações;
  3. Repetir as informações mais importantes de cada assunto.
  4. Criar uma espécie de mapa visual dos conteúdos.

7) Estude em grupo

como estudar na véspera da prova

Estudar em grupo é excelente para que os alunos possam ajudar uns aos outros.

Os grupos de estudos ajudam a eliminar dúvidas, discutir temas e resolver questões em conjunto, e tudo isso é proveitoso.

Não se esqueça também que uma das melhores formas de aprender é ensinando outra pessoa, portanto, juntar mais alguns amigos ao seu estudo de véspera pode ser uma ótima forma de ampliar seus conhecimentos e, ao mesmo tempo, ajudar outros que precisam de reforço.

8) Teste o que aprendeu resolvendo exercícios e provas antigas

Se você não tem muito tempo para estudar e quer tirar uma boa nota, vale muito a pena simular o teste fazendo exercícios ou provas antigas. Responda as questões e avalie o resultado.

Caso sua nota seja boa, isso significa que os conteúdos estão sendo fixados e você está mais preparado para o teste de amanhã.

Agora, se você fez essa simulação e não conseguiu um resultado adequado, isso significa que é hora de voltar para os livros e estudar um pouco mais.

A resolução de provas e exercício vai servir como uma espécie de termômetro do seu conhecimento.

9) Descanse!

Pense nos filmes que você já viu e que mostravam um estudante com a cara nos livros de madrugada tentando estudar um dia antes da prova.

Até em Hollywood o resultado costuma ser catastrófico: ou o aluno dorme em cima do livro e não estuda para a prova ou fica tão cansado no dia seguinte que mal consegue raciocinar na hora do teste. 

Estudar cansado dá errado até no cinema, imagine na vida real.

Você precisa descansar. Se o estudo é de véspera, faça-o durante o dia, enquanto você ainda tem energia e disposição. 

Estudar cansado é difícil e fazer prova após uma péssima noite de sono é pior ainda.

A melhor dica é: estude durante o dia, se esforce ao máximo enquanto o sol está raiando e aproveite a noite antes da prova para descansar e acordar disposto para a avaliação. 

Vai estudar um dia antes da prova? Boa sorte!

Essas são algumas dicas de como estudar um dia antes da prova.

Lembre-se que, ao seguir essas recomendações, seu momento de estudo pode ser muito proveitoso.

E não se esqueça que você pode usar cada uma delas para estudar com tempo de sobra, afinal, elas não servem apenas para momentos em que você precisa se superar e estudar muito em pouco tempo.

Como diz Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, “é melhor você tentar algo, vê-lo não funcionar e aprender com isso, do que não fazer nada”, portanto, mesmo que você tenha pouco tempo à disposição, é melhor se esforçar um pouco do que não tentar nada que possa melhorar sua nota!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail e turbinar seus estudos!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.